<

Insatisfação com Bruna deve ser pelo posicionamento político da deputada federal. Ela votou a favor da reforma trabalhista e contra a investigação do presidente Temer. Já o governo do prefeito estaria abaixo das expectativas de uma parte da população

 

Furlan e Bruna são vaiados no show do Parque Municipal

 

Furlan e Bruna são vaiados no show do Parque Municipal quando foram anunciados e também ao chegar ao show do cantor Almir Sater na manhã deste domingo

Na manha do dia 05/11/17 durante a apresentação do cantor  compositor Almir Sater no Parque Municipal  Dom José o prefeito de Barueri e sua filha a Deputada federal  Bruna Furlan foram  vaiados por cerca de 2,5 mil pessoas que estavam presentes e demonstraram descontentamento contra pai e filha.

A primeira manifestação negativa ocorreu antes do início da apresentação, quando o apresentador do evento anunciou que Furlan e Bruna compareceriam ao local. A segunda se deu quando a chegada da dupla ao parque foi anunciada. Nenhum dos dois fez uso da palavra.

O fato é inédito, pois em quase 40 anos de carreira Furlan jamais havia recebido tamanha vaia. A manifestação, no entanto, confirma as pesquisas de opinião que circulam nos meios políticos de Barueri e que mostram grande desaprovação ao desempenho do prefeito neste primeiro ano de mandado.

Já Bruna Furlan tem sido hostilizada nas redes sociais, em especial em momentos importantes de sua atuação parlamentar. A deputada foi bastante criticada quando votou a favor da reforma trabalhista e também nas duas vezes em que se manifestou a favor de Michel Temer no processo para investigar acusação de corrupção contra o presidente.

O ex-prefeito Gil Arantes foi o primeiro a enfrentar a desaprovação popular. No momento em que sua popularidade caía, Gil foi intensamente vaiado num evento de formatura das pré-escolas municipais, em dezembro de 2015.

A partir daquele episódio, o ex-prefeito não participou mais de eventos públicos durante todo o último ano de seu mandado. Do site Barueri na Rede.

 

Fonte: Barueri na rede

Publicado por: Celso Serafim

 

Comments

comments