Como Funcionam as Caixas-Pretas

Como Funcionam as Caixas-Pretas

Compartilhe se gostou !

Caixas-pretas do vôo da Air France que caiu no mar foram resgatadas. Saiba como elas funcionam

No último domingo (1), a sonda francesa Remora 6000 encontrou a primeira caixa-preta do Airbus da Air France que caiu no mar em 2009, enquanto fazia a rota Rio de Janeiro-Paris. Na noite desta segunda, o órgão do governo francês responsável pelas buscas – o BEA (Birô de Investigação e Análises, na sigla em francês) – anunciou a localização da segunda caixa-preta da aeronave.

É sabido que o resgate desses equipamentos de segurança é fundamental para a determinação das causas de um acidente aéreo, mas você já se perguntou como eles funcionam?

Fonte: Popular Mechanics

Duas Caixas

 

 

Divulgação

Em primeiro lugar, toda aeronave carrega duas caixas-pretas. Uma delas grava os dados do vôo como altitude, velocidade do vento, direção da aeronave e outros parâmetros relacionados à parte física do avião. Essa caixa-preta se chama FDR (Flight Data Recorder, ou gravador de dados de vôo). A segunda caixa preta se chama CVR (Cockpit Voice Recorder, ou gravador de voz da cabine). Ela é responsável por gravar todos os diálogos e sons ambientes da cabine durante o vôo.


Blindadas e seguras

 

 

 

 

 

 

 

Divulgação

As caixas podem ser instaladas juntas ou separadas. Em algumas configurações elas são instaladas em lados opostos da aeronave. Ambas são à prova d´água e equipadas com um pulso localizador transmitido a uma freqüência específica e contínua por mais de 30 dias. A parte alaranjada exterior é de aço blindado capaz de resistir a fogo, explosões e impactos de até 1500 g. Cada uma delas tem uma utilidade específica, como você vai ver a seguir.


Gravando dados de vôo

 

Divulgação

Em entrevista dada ao site Popular Mechanics, James Cash – funcionário do Conselho de Segurança e Transportes dos EUA (NTSB) – explicou que as circunstâncias que envolvem um acidente determinam qual das duas caixas pretas terá maior papel nas investigações da sua causa. Problemas mecânicos ou físicos no avião, por exemplo, podem ser desvendados com a caixa FDR. Essa caixa pode gravar milhares de linhas de parâmetros de vôo durante até 25 horas ininterruptas.

Gravando sons da cabine

 

Divulgação

Por outro lado, segundo Cash, erros causados pela tripulação farão com que a FDR esteja absolutamente normal, o que leva os especialistas a investigar as conversas ocorridas na cabine e gravadas na CVR. A CVR é capaz de registrar até duas horas de conversação em qualidade normal e 30 minutos em alta-qualidade.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *