Fototerapia Tratamento para Icterícia

Compartilhe se gostou !

Introdução

Fototerapia é utilizada para tratar uma grande variedade de dermatose, criada pelos indus há séculos, é uma modalidade terapêutica empregada no tratamento de várias doenças de pele, cujas principais indicações são as dermatoses inflamatórias e o linfoma cutâneo da célula T no caso da pediatria a fototerapia é indicada pela icterícia.

O que é Icterícia

É um distúrbio fisiológico que da á pele e mucosas uma coloração amarelada em decorrência de pigmentos biliares na corrente sanguínea.

Icterícia fisiológica

É causada pelo excesso de hemácias destruídas, sobrecarregando o fígado. Surge após as primeiras 24 horas de vida e desaparece em média em uma semana.

Icterícia Patológica

Causada pela imaturidade do fígado do RN, que não é capaz de eliminar uma quantidade normal de hemácias destruídas. Surge nas primeiras 24 horas de vida e pode levar mais de 10 dias para desaparecer.

Icterícia “não fisiológica”: Quase todos os casos de icterícia não-fisiológica devem-se à exacerbação dos mesmos mecanismos que causam a icterícia fisiológica. Assim, as principais causas estão relacionadas com os distúrbios da produção de bilirrubina, da capitação hepática, do metabolismo, da excreção e da reabsorção intestinal.

Algumas doenças que podem causar icterícia neonatal são:

Anemia hemolítica: quando as hemácias são destruídas em excesso

Infecções

Sindrome de Gilbert, de Criegler-Najar: Distúrbios do funcionamento de enzimas que atuam no metabolismo da bilirrubina.

Icterícia do aleitamento materno

Jejum prolongado

Estenose hipertrófico de pilor

Para saber se o bebê esta com icterícia leve-o a ambiente bem iluminado, faça uma leve pressão no peito da criança. Se a pele ficar amarelada quando você parar de fazer pressão, fale com um médico ou leve o bebê á maternidade para um exame mais detalhado. Para criança com pele mais escura, observe se os olhos ou as gengivas estão amarelos.

Diagnósticos

O diagnóstico da icterícia é feito em duas fases. Na primeira, define-se o tipo de icterícia e na segunda determina-se a sua causa. Para definir o tipo de Icterícia pode ser suficiente o exame de sangue (hemograma) para análise hematológica.

Tratamento

O principal objetivo do tratamento é evitar o acumulo de bilirrubina no cérebro, o que pode causar uma doença chamada Kernicterus, a qual traz grandes problemas ao desenvolvimento da criança

Fototerapia

É um tratamento hospitalar aplicado criança com valores elevados de bilirrubina no sangue, o que lhes confere a cor amarelada (icterícia) na pele.

Este tratamento pode levar à degeneração da retina devido à exposição prolongado da luz, pelo que é imprescindível uma correta proteção dos olhos.

Fototerapia com UVB (BANDA ESTREITA): UVB geralmente é a primeira opção antes do PUVA, pelo menor risco, pela não utilização de psoralênicos, e pode ser mais efetivo que o PUVA em determinados tipos de pele.

Fototerapia com PUVA: O tratamento com PUVA é realizado pela associação de composto chamado furocumarinicos, encontrados em plantas. São substâncias que, quando estimuladas pelo UV inicia reações fotoquímicas na pele.

Contra indicação da fototerapia

Albinismo

Dermatoses fotossensíveis, como lúpus eritematoso

Antecedentes pessoais ou familiares de câncer de pele.

História prévia de intensa exposição solar

Antecedentes pessoais de cataratas ou afaquia (audencia de cristalino, pode ser associado a miopia, hipermetropia e outros).

Alterações hepáticas ou renais

Cuidados de enfermagem

Controle do tempo de permanência da lâmpada fluorescente ligada, com anotação de data e numero de horas/dias.

Manter as lâmpadas a 50 centímetros do RN, pois nesta distância o RN receberá as radiações sem sofrer queimaduras.

O RN poderá em berço ou isolete.

O RN deverá estar despido, sendo fundamental o uso de fraldas para proteção do períneo e das gônadas, da ação do calor.

Proteção ocular para impedir o ressecamento da córnea, evitando assim lesões graves por ação da luz.

Controle rigoroso da temperatura corporal, pois pode ocorrer um hiper aquecimento pela ação do calor da lâmpada.

Controle do estado de hidratação do RN, pois pode ocorrer desidratação do devido a sudorese pela ação do calor.

Mudança freqüente de decúbito para que a despigmentação seja uniforme.

Limpeza freqüente do berço e limpeza do RN.

Retirada do RN da fototerapia para amamentação, mesmo que a prescrição seja continua.

A fototerapia pode ser intermitente ou continua de acordo com a prescrição médica.

Retirada do RN da fototerapia, 15 minutos antes do banho, para que seu corpo não sinta a diferença de temperatura.

www.clubedasenfermeiras.spaceblog.com.br

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *