Menopausa, Principais Sintomas e tratamentos

Compartilhe se gostou !

A menopausa corresponde ao momento da vida da mulher em que ocorre a interrupção natural ou não, do ciclo menstrual. Essa interrupção é precedida por um período chamado climatério, durante o qual os ovários pouco a pouco deixam de produzir os hormônios estrógeno e progesterona. Essa redução na produção desses hormônios ocorre paulatinamente durante o climatério, até que um dado momento, os ovários para de vez de funcionar. Com isto, a mulher encerra seu ciclo reprodutivo, deixando de ser fértil.

O nome menopausa vem do grego e significa interrupção mensal, numa menção à interrupção do ciclo mensal de menstruação. A menopausa é um processo natural na vida da mulher. Mas ela pode ocorrer também devido a uma cirurgia de retirada dos ovários ou do útero.

O climatério, isto é o período que antecede a menopausa, em geral inicia-se quando a mulher chega aos 45 anos aproximadamente, podendo em alguns casos começar um pouco depois, em torno dos 50 anos e termina em torno dos 55 anos. Esse período, que muita gente considera já como parte da menopausa, costuma ser caracterizado por uma série de alterações no organismo, na saúde e no comportamento da mulher, o que pode, em alguns casos, levar ao surgimento de doenças. Mas é importante ter claro que a menopausa em si não é uma doença.

O inicio do climatério é caracterizado por alguns sintomas típicos que a mulher começa a apresentar. Esses sintomas são indicações de que o período de seu ciclo produtivo esta começando a cessar.

Sintomas:

Irregularidades menstruais, nas quais a menstruação pode ser mais abundante, escassa ou apresentar uma freqüência maior ou menor.

Hemorragias

Sensação de ondas de calor

Redução da libido

Mudanças fortes no humor e na disposição geral

Atrofia dos órgãos genitais

Suores Noturnos

Depressão

Dor e incômodo durante as relações sexuais

Redução da atenção e da capacidade da memória

Ressecamento dos olhos, da pele, das unhas e da região da vagina

Aumento de peso, que em alguns casos pode levar à obesidade

Falta de apetite, levando ao emagrecimento

Incontinência urinária

Dores musculares e na região do baixo ventre

Palpitação, dificuldades respiratórias e problemas circulatórios.

Alguns Estudos mostram que dentre estes vários sintomas, que variam de pessoa para pessoa, as alterações de humor e as ondas de calor são os que ocorrem com mais freqüência na maioria das mulheres. No caso das ondas de calor, esse sintoma costuma atingir mais da metade das mulheres que entram na menopausa.


Estrógeno

A principal causa dos sintomas indicativos da menopausa é a redução na produção do estrógeno, o principal hormônio feminino. Ele é produzido já  desde a adolescência e a sua ação no organismo confere algumas das características básicas que definem o corpo feminino.

O estrógeno é responsável, Por exemplo, pela maciez, suavidade e brilho típico da pele da mulher. Ele também ajuda na distribuição da gordura no corpo feminino. O estrógeno também é responsável pela lubrificação vaginal natural, razão pela qual a sua ausência ou redução no período da menopausa resulte na secura vaginal, que por sua vez leva a uma redução da libido.

Mas as conseqüências da redução na produção de estrógeno não são apenas estéticas. O estrógeno esta relacionado ao equilíbrio de gordura no sangue e do colesterol HDL. A redução ou ausência deste hormônio durante a menopausa leva a um desequilíbrio e aumento dos níveis de colesterol. É por esta razão que os estudos científicos mostram que as mulheres que entram na menopausa apresentam um maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares, justamente devido ao aumento do colesterol causado pela interrupção na produção do estrógeno.


Osteoporose

O estrógeno é também responsável pela fixação do cálcio nos ossos. Conseqüentemente, quando a mulher entra na menopausa, ela passa a sofrer de deficiência de cálcio em que sua estrutura óssea, pois o estrógeno não mais estará lá em quantidade suficiente para fazer o serviço.

Essa deficiência em cálcio leva à osteoporose, que é uma doença caracterizada pela fragilidade dos ossos, que em geral resulta em maior número de fraturas.

Atitudes que evitam e combatem a osteoporose são,ingestão de cálcio, substância que está presente principalmente no leite, ovos, peixes, e composto de alimentares que têm a função de repor o cálcio ausente.

Tratamento:

Sendo a menopausa um fato natural da vida da mulher, por que seria então fazer um acompanhamento médico? A razão principal é a possibilidade de uma melhora da qualidade de vida  da mulher durante esse período de sua vida. Como as pessoas hoje em dia vivem mais, considerando que a menopausa ocorre em torno dos 45 anos, isso significa que a mulher pode passar cerca de um terço de sua vida adulta sem produção de hormônios, com as conseqüências negativas que isso acarreta.

Desta forma os diversos tratamentos existentes têm por objetivo a melhoria da qualidade de vida e a prevenção das doenças associadas à menopausa, principalmente as que são provocadas pela diminuição da produção de estrógeno. As principais são a osteoporose e as doenças cardíacas.


Existem diversas maneiras de fazer o tratamento para o período da menopausa. Entre as opções estão o tratamento hormonal, as terapias alternativas e as terapias fitoterápicas.

Procure orientação médica para saber o tipo de tratamento necessário.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *