Saúde

Método Anticoncepcional.

Método Anticoncepcional.

01- Quais são os métodos anticoncepcionais disponíveis no mercado?

Existem os não hormonais, como tabela, métodos de barreira (preservativo masculino e diafragma feminino) e DIU de cobre. Dos hormonais, os principais são: pílula, injeção mensal ou trimestral, adesivo semanal, anel vaginal mensal, implante subdérmico e DIU de progesterona (mirena).

02- Como funciona a famosa tabelinha?

Baseando-se no calculo do período fértil, aproximadamente 14 dias antes da nova menstruação é o dia da ovulação, 2 a 3 dias e depois dessa data formam o período fértil. Para quem não deseja engravidar, deve-se evitar a relação sexual nessa fase. Mas vale lembrar que este método não é seguro e as chances de ocorrerem falhas são grandes.

03- O que é método de Billings?

O método consiste em evitar a relação sexual no período fértil, confirmando pela presença de secreção vaginal transparente e pegajosa no meio do ciclo menstrual. Essa secreção chama-se muco cervical e serve para transportar os espermatozóides ao encontro do óvulo.

04- Existe método para suspender a menstruação?

Algumas pílulas de uso contínuo, implante subdérmico e DIU de progesterona (mirena) foram desenvolvidos para suspender a menstruação; mas, infelizmente, na pratica, somente 30 a 40% das usuárias conseguem esse fim. Para verificar a viabilidade desse procedimento, o ideal é conversar com um ginecologista para saber o que é mais indicado e adequado a partir de cada histórico.

05- É verdade que o adesivo e o implante prejudicam menos o fígado?

Sim, os transdérmicos são metabolizados pelo fígado apenas uma vez, enquanto as pílulas orais sofrem duas passagens no fígado. O mesmo vale também para a reposição hormonal na menopausa.

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *