Microsoft trabalha em holograma palpável

Compartilhe se gostou !

Tecnologia se aproxima do conceito mostrado em Star Wars

Realidade está mais próxima da mostrada em Star Wars

A comunicação por holograma tem sido sonhada pela humanidade desde a cena clássica com a princesa Leia em “Star Wars”, mas os cientistas do mundo real ainda não conseguiram criar um sistema com a tecnologia necessária para projetar imagens como as vistas no filme.

O problema é que a maioria dos dispositivos encontrados no mercado requerem o uso de óculos especiais para a visualização em 3D. E os que não exigem, são incapazes de permitir a visualização em 360 graus dos objetos projetados.

Alguns dos mais modernos sistemas holográficos em desenvolvimento até conseguem reproduzir a imagem em 3D com ângulo de 360 graus, mas a interação direta do usuário com a imagem fica comprometida pois estes são envoltos por vidros ou acrílicos transparentes.

Agora, a Microsoft está trabalhando em um dispositivo que promete resolver todos esses problemas criando hologramas em três dimensões que podem ser visualizados em 360 graus e interagidos pelo usuário por meio do toque.

O Vermeer, como é chamado o novo dispositivo da empresa, é capaz de movimentar as imagens a 15 frames por segundo enquanto simula 192 pontos de vista diferentes. E o mais impressionante, o holograma não fica “preso” em uma cúpula de vidro.

A tecnologia funciona graças ao auxílio de sensores infravermelhos e equipamentos como o Kinect, que permitem ao usuário colocar os dedos no conteúdo holográfico e mexer os objetos virtuais como se esses fossem de verdade.

Embora o dispositivo ainda esteja em desenvolvimento e as imagens tenham um visual um pouco fantasmagórico, pode-se dizer que o Vermeer é um grande passo rumo a um futuro no qual a humanidade se comunicará da mesma forma que os personagens da série “Star Wars”.

Para entender melhor como a nova tecnologia funciona, confira o vídeo a seguir:

Fonte: Microsoft Research

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *