Saúde

Os benefícios de andar descalço

Alguma vez você já se perguntou por que se sentia tão bem deitada na areia da praia, olhando para as nuvens? Ou ainda, o quanto erabom andar descalço. Segundo um livro chamado “Aterramento”, de Ober Clinton e Martin Zucker, você estava experimentando o fluxo de energia elétrica da Terra se conectar ao seu corpo físico, o que pode trazer muitos benefícios à saúde e ao bem-estar da pessoa.

Os benefícios de andar descaço e do contato com a Terra.

A “terapia de aterramento”, como muitas pessoas já ouviram falar, é simples e gratuita. Basta ligar seus pés descalços diretamente com a Terra e desfrutar dos benefícios que, ainda de acordo com o livro, incluem: Melhorias significativas em distúrbios relacionados a inflamações; Melhorias significativas em relação a dores crônicas; Melhoria nos distúrbios do sono; Aumento de energia; Diminuição do estresse;
Diminuição da tensão muscular; Alívio das dores de cabeça; Diminuição dos sintomas hormonais e menstruais, entre outros benefícios.

Faça seu “aterramento

Gostou da ideia ou quer comprovar se a “terapia do aterramento” realmente oferece resultados?! Confira algumas dicas: Comece em , sentado ou deitado na grama, areia ou concreto sem pintura. Todas estas superfícies irão transmitir as energias da Terra. Preste atenção em como você se sente antes de começar. Você pode ainda anotar numa espécie de “diário” essas informações de como você se sente física e emocionalmente, para, posteriormente, avaliar o seu processo de cura ao longo do tempo. Feche os olhos e se concentre em liberar qualquer dor ou estresse que você possa estar sentindo. Se você estiver deitado no chão, abra seus olhos, e permita que a sua imaginação “brinque” com as formações de nuvens. Fique pelo menos meia hora neste local escolhido (em pé, sentado ou deitado) e se desligue do mundo ao seu redor. Acalme seus pensamentos e concentre-se no que está fazendo. Depois de 30 minutos ou mais, volte para o “presente”. Preste atenção em como seu corpo e sua mente estão agora, se comparados com quando você iniciou a atividade. Ou, simplesmente, reserve um tempinho do seu dia para andar descalço e desfrutar desses benefícios!

Opinião profissional

Mas será que essa ideia de aterramento faz mesmo sentido?

De acordo com Roberto Ranzini, ortopedista e médico do esporte pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) e profissional do Hospital Israelita Albert Einstein e do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em termos científicos, não existe nada concreto sobre a “terapia de aterramento”. Porém, as pessoas devem, sim, de vez em quando, andar descalças, como recomendação geral. “Andar descalço é realmente benéfico. Favorece a sensibilidade do pé como um todo e da movimentação das articulações, que chamamos de propriocepção”, diz. “Porém, em termos médico-ortopédicos, não é aconselhável fazer longas caminhadas sem calçados, a menos que seja em solo regular, não abrasivo e macio como grama”, explica o ortopedista e médico do esporte. Roberto Ranzini diz que, para caminharmos descalços sem comprometer nossa saúde, devemos considerar a regularidade e a dureza do solo. “Ou seja, não se deve caminhar longas distâncias em terrenos com muitas irregularidades (buracos e desníveis) e muito duros, como o asfalto e pedras”, explica.

Atividades físicas

E em relação a atividades físicas, é possível praticar algumas delas – como, por exemplo, uma caminhada acelerada ou uma corrida – sem calçados? De acordo com o ortopedista e médico do esporte, tudo depende de adaptação da pessoa, mas, em termos gerais, é contraindicado fazer corridas que gerem muito impacto, sem calçados adequados. “As lesões são muito frequentes mesmo usando-os. Além dos pés, todas as estruturas dos membros inferiores suportam impactos enormes e, com os calçados, isto é minimizado”, explica. Portanto, não se arrisque a fazer atividades físicas descalça sem antes consultar um profissional de sua confiança, que possa te passar todas as orientações adequadas e os possíveis riscos desta prática. Mas, se a ideia é fazer apenas um pequeno passeio sem calçados, não deixe para depois! Você certamente vai usufruir de bons momentos e de alguns benefícios para a sua saúde!

 

Fonte: Dicasdemulher

 

 
VOCÊ TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *